25 de nov de 2013

Quando nos tornamos adultos?


Em que momento você acha que se tornou adulta? Foi com o primeiro emprego, quando começou a dirigir, com o primeiro namorado, talvez quando saiu de casa, ou quem sabe quando pagou a sua primeira conta?
Será que é a idade que nos define como adultos? É um processo gradativo?

Eu já morei na Holanda, EUA, passei meses na Argentina, já tive três empregos, já ajudei a pagar a minha faculdade, já namorei, dirijo, mas ainda não me sinto uma adulta completa. 
Talvez eu só vá sentir isso quando eu for 100% independente, quando enfim eu conseguir ajudar a minha família, e não o contrário, sabe?

Eu estou em um grande dilema, que é o de ir morar em SP e terminar a faculdade lá, com isso provavelmente garantir um bom emprego e de brinde aquela vida louca e agitada que antes eu amava, mas que hoje eu temo muito, ou de continuar aqui em casa, com os meus pais, não tendo que me preocupar com comida, roupa lavada (eu que passo ao menos), faculdade perto de casa, carro a disposição caso eu precise, mas o brinde é a dificuldade de conseguir um estágio. Aqui a vida é mais tranquila, cidade mais ou menos pequena, tenho a segurança de estar em casa, de me sentir em casa....
As vezes me sinto fraca em não arrumar a minha mala e simplesmente ir, mas as vezes acho que ouvir o coração é a melhor coisa, e eu tenho a sensação que se eu for pra SP eu finalmente vou me tornar uma adulta, mas ao mesmo tempo não me sinto preparada para voltar pra grande SP, ainda mais com essa síndrome do pânico que resolveu tirar o meu sossego.
Muitas coisas tem passado na minha cabeça.
O tempo corre e eu preciso resolver.
Passo o dia pensando.


14 comentários:

  1. Meu amor... Vem pra SP. ;) ou ora Nova Zelândia comigo. Te amo

    ResponderExcluir
  2. Meu amor... Vem pra SP. ;) ou ora Nova Zelândia comigo. Te amo

    ResponderExcluir
  3. Acho que não é morar com os pais ou sozinha que nos faz sentir adulta. Nos tornamos com o passar do tempo, e demora. Não me sinto adulta ainda também, mas estou no caminho. : ) Tu também =**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é, acho que vai acontecendo aos pouquinhos :)

      Excluir
  4. As vezes eu também penso nisso...se já sou adulta, e olha que já tenho quase 28 anos. Eu mudei de cidade, moro sozinha, pago minhas contas com meu dinheiro, não dependo dos meus pais, mas ainda assim não me sinto adulta. É estranho isso.
    Mas vc é nova Beth. Não precisa ter pressa em ser adulta.Ser independente já ta de bom tamanho, e parece que vc já é bastante independente.

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos no caminho então... hahaha
      Vc já faz coisas de gente grande, conquistou muitas coisas :)

      Excluir
  5. Vc vai ver que daqui a pouco a resposta para tudas estas dúvidas vai surgir.
    Eu morava no nordeste com meus pais ha 4 anos atrás. Larguei tudo lá justamente pelo motivo que você citou: terminar a faculdade e conseguir um bom emprego, que lá seria beeem mais complicado.
    Escolhi o mais difícil. Hoje moro longe deles, sozinha. Acabo de me formar, trabalho, pago minhas contas, ajudo minha familia sempre que precisam, namoro, dirijo e ainda também não me sinto uma adulta completa. Sinceramente não sei o que falta. E é isso que quero descobrir depois do tempo fora que quero ficar. Minha esperança é voltar com a resposta que preciso para ser realmente feliz.
    Torço muito por você, pois sei o que essas dúvidas fazem com nossa cabeça e o quanto nos deixam confusas e com sentimento muitas vezes de impotência e falta de coragem.

    Tudo de lindo pra vc, Beth!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, vc foi muito forte e fico feliz pelas suas conquistas :)
      Espero logo conseguir essa força e atras de certas coisas....

      Tudod e lindo para vc tbm.

      Excluir
  6. A vida é tão assim. Tem horas que a gente simplesmente não sabe. Não sabe pra onde ir, se vai, se fica.
    E essa indecisão toda, um dia, vai ajudar. Pelo menos eu espero!

    Beth, não sei se desejar boa sorte é o mais adequado.
    Mas desejo que cada minuto, por mais confuso que seja, seja bem vivido!

    Um beijo,
    Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, as vezes a vida vira uma confusão, mas ela precisa entrar nos trilhos e vou fazer o possivel!!!

      Obrigada, Aline.
      Beijooos.

      Excluir
  7. Beth, como as meninas aí já falaram aí em cima, é difícil saber quando seremos adultas, né? De todo jeito eu não me sinto nem um pouco adulta olhando por um lado, mas por outro eu já me acho um pouco adulta, vai entender!

    Mas agora vamos à pergunta: ficar na cidade dos seus pais ou ir pra SP?
    Bom, eu acho o seguinte: você acabou de voltar do exterior, não teve uma boa experiência por lá, então eu acho que seria melhor você passar um tempo aí na cidade do interior. Espere um pouco, até você se acostumar de novo, sabe? Pois você mal saiu de uma mudança, e já quer começar outra? rs Eu entendo que em SP as coisas serão melhores pra você, mas e se por lá você também demorar a se adaptar, uma coisa se juntar à outra e não dar certo? Eu não quero te desanimar nem nada, mas é só o que eu penso, tá? Porque você não termina a faculdade no interior mesmo, e depois tenta um estágio/emprego em SP?

    De todo jeito, queria dizer pra você seguir seu coração, acho que é o melhor que você faz.

    beijos <3

    ResponderExcluir
  8. Sp é minha cidade, então sou um pouco suspeita pra falar, mas acho que profissionalmente, é a melhor cidade pra qualquer um.

    Kisu!

    ResponderExcluir
  9. Oi Beth! =)
    Entendo seu sentimento, é o mesmo que eu senti quando voltei da holanda em 2010. Fiquei com sindrome do pânico por uns tempos até me readaptar.
    Quanto ao estágio, vc não pode apresentar monografia?
    Vir para SP e deixar a qualidade de vida perto da sua família, aproveite esse momento!
    Vc já pensou em tentar mestrado na Europa, talvez, na Holanda? Dá uma olhada no Nuffic.

    Boa sorte!!
    bjs, Beliza

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente, caso não precise, não seja uma adulta!!! SP é uma cidade cruel, as pessoas egoistas e competitivas. Vc nao precisa trocar seu conforto por uma cidade destas só pra se sentir testada.
    Digo isso pois moro aqui, vim e me formei, ralei, fiz vários cursos, trabalhei em multinacional, fui feliz, mas tudo com um custo muito alto (não financeiro), que só me trouxe experiência, mas não me tornou melhor que antes.
    Enfim, eu gostaria de me sentir criança...

    ResponderExcluir