1 de dez de 2012

Leituras do mês - Novembro.

Essa é mais uma TAG nova.
Como eu não vivo apenas de tentar ganhar dinheiro para viajar, resolvi compartilhar algo que eu gosto muito -leituras, que também, é um jeito de viajar, e é bem mais econômico.
Esse mês eu não li tanto quanto eu gostaria, devido as provas finais da faculdade, 1001 trabalhos para fazer, e todas essas coisas que nos enlouquecem no final do ano, porém, foram ótimas leituras, não teve nenhuma que me deu vontade de abandonar o livro.

Foram esses livros que me acompanharam durante esse mês:





 Vou falar um pouquinho de cada, deixando claro que eu nunca fiz isso antes e talvez fique uma porcaria, se estiver muito ruim, fiquem apenas com a parte das fotos, é mais seguro.

1)Serraria Baixo-Astral - Lemony Snicket.

Mês passado eu realizei um sonho, e comprei o box do Desventuras em Série, e desde então tenho devorado os livros da coleção. Eu faço intervalos entre eles, senão começo a sonhar com a história, e me envolvo muito. 
Essa coleção conta a história de três irmãos órfãos que tem a guarda passada de várias em várias pessoas, pq? É, essa é a aventura.
Esse é o quarto livro, e como o próprio autor já diz: não espere uma história com final feliz, eles terão sim, uma história difícil, e claro, foi isso que aconteceu nesse livro novamente. O Sr.Poe (um grande banana), manda os três irmãos para o tio chamado Senhor-que tem a cabeça coberta por fumaça o tempo todo, e a " casa" deles nada mais é do que uma Serraria, onde são obrigados a trabalhar e passar mau bocados MESMO.
O Conde Olaf não demora para aparecer e perturbar ainda mais a vida deles.
Como sempre, deu uma super pena deles, e a expectativa para que eles sejam um pouquinho felizes, só aumenta, mas óbvio, somos decepcionados, e não podemos dizer que foi por falta de aviso.




















2)Inferno no Colégio Interno - Lemony Snicket.

Esse é o quinto livro do Desventuras em Série, e posso disser que esse foi o que mais me deu dó dos três irmãos.
Eu pensei que eles conseguiriam viver um pouco melhor no colégio interno, mas doce ilusão,  foi bem ao contrário.
Eles tinham que ficar em um quarto horrível (com direito a caranguejos que mordem, mofo pingando do teto, etc), por serem órfãos. Eles tinham professores péssimos e tinham que ouvir o diretor tocar violino por horas seguidas-o detalhe é que ele não sabia tocar, maaaas, o pior de tudo, e o que acabou com a vida e o sono deles, foi o novo professor de Educação Física, que fez gato e sapato deles.
A única parte que deixava eles mais felizes, foram os TRIGÊMEOS (e não gêmeos), que tinham uma história parecida e por isso acabaram se tornando amigos, mas talvez seja um problema ser amigo dos irmãos Budelaire...

      

3) Como Falar com um Viúvo - Jonathan Tropper.

Esse livro eu consegui através de uma troca no Skoob, aliás, ótima troca essa.
O livro conta a história do recém viúvo Doug, que não consegue de jeito nenhum sair da bolha de tristeza em que entrou depois que a sua esposa Hailey morreu.
Mas não pense que é um livro triste, não é! O Doug tem uma família super divertida (principalmente a irma gêmea), que tenta ajudar ele a qualquer custo.
E para ajudar, a Hailey tinha um filho adolescente, que acaba indo morar com Doug. Os dois juntos são um poço de tristeza e risadas.
Aos poucos ele vai saindo com algumas garotas, arranja algumas confusões  e aos poucos vai aprendendo a viver de novo.
Achei incrível como o livro pôde retratar uma história triste de um jeito bem engraçado.
         



4) O Encontro Marcado - Fernando Sabino.

Esse é outro que consegui através do Skoob :)
Sabe aquele livro que cai na sua mão bem na hora certa? Esse foi assim. Ele tem várias frases que eu estava precisando ler.
Conta a história do Eduardo, os seus erros, acertos, suas milhares de dúvidas, a sua vontade de ser e amar, a sua solidão, e todas aqueles coisas que nós passamos um dia, sem esquecer de uma boa dose de whisky!
Gostei muito como a cada capítulo ele vai crescendo e quando nos damos conta, ele já está morando sozinho, tem mulher e paga as suas contas.
Uma das frases que eu gostei:
" Ia lhe dizer agora uma coisa muito importante. Mas é tao importante que prefiro não dizer. Só é sincero aquilo que não se diz"
Posso dizer que eu me vi muitas vezes no Eduardo, na sua procura constante da felicidade.



É isso, essa foram as minhas leituras do mês, espero que em dezembro eu só leia livros bons também. Alguém aí já leu algum desses livros, o que achou?
Beijos, bom dezembro para todos!




5 comentários:

  1. Verdade os livros são a forma mais econômica para viajar *O*

    ResponderExcluir
  2. Não li nenhum deles, mas leria sem problemas!
    Parabéns pela "estreia" nos posts literarios :P hahaha

    ResponderExcluir
  3. eu amo livros, agora vc me deixou morrendo de vontade de ler todos esses hehe principalmente o do fernando sabino! fiquei curiosa... n sabia que tinha dessas coisas no skoob, sempre me convidam mas nunca olhei!

    ResponderExcluir
  4. Fernando Sabino é o cara pra mim. AMO! E tenho esse mesmo livro, roubado, digo, emprestado da biblioteca ;)

    ResponderExcluir
  5. Ah, parece legal este do Sabino. Vou comprar no sebo. Acho que não temos muito em comum para leitura. Aquele que você gostou: Como me tornei um estúpido, algo assim, achei bem chato, mas vou te perdoar porque leu O dia do Curinga que é um dos meus favoritos.
    Estava na fase da Martha Medeiros, leu feliz por nada? Se voce morasse aqui seria bom, porque não fico com meus livros, doo todos.
    Agora estou lendo uns que apesar de serem espíritas são ótimo para autoconhecimento. Foram indicações da professora de meditação, se puder ler: Calunga- Tudo pelo melhor.

    ResponderExcluir