2 de ago de 2010

Mesa Pra Um.

Nada melhor que o ócio pra eu vir postar aqui dois dias seguidos.
É tão bom estar sozinha em casa, mas ao mesmo tempo é estranho. Quando não estou no meu quarto parece que estou invadindo um lugar.
Hoje acordei sem ouvir o despertador tocar, acordei quando já estava de saco cheio de dormir e lá fui eu tomar um banho sem medo nenhum de alguém abrir a porta. ( sim, o meu host já abriu a porta enquanto eu estava no banho e a outra vez eu estava de toalha-não da pra trancar a porta.), e ainda vim de toalha pro meu quarto. São coisas bobas, mas juro que eu sentia falta disso.rs
Tomei meu café da manhã, com suco de laranja e uma torradinha.
Hoje resolvi ser saudavel, já que bebi bastante durante o final de semana.
Eu tinha que comprar algumas uteis futilidades e lá fui eu, ao som de Amadou et Mariam (recomendação da cris e que estou viciada faz umas 3 semanas), entrando de loja em loja, pesquisando preços e conseguindo achar a maioria das coisas.
Mas eu ainda tinha que pensar no jantar. O que comer quando está sozinha?
Quando eu morava no Brasil eu sempre fazia cão quente ou pipoca, mas hoje não, queria algo mais bonito.
Fui onde? No Albert Heijn (o melhor e mais famoso mercado da Holanda, não imagino minha vida sem ele), primeiro queria fazer uma comidinha brasileira de novo, mas depois do fds eu vi que não combina comer feijão aqui, enquanto eu mastigava eu ia sentindo uma mistura de sentimentos, era brasil, holanda, brasil, holanda, amigos, familia, obvio...ainda assim foi bom sentir o gosto do feijão, mas não, nada de feijão de novo. (nunca foi tão profundo comer isso).
Pensei em pizza, em massa a bolanhesa, mas resolvi que faria massa de espinafre, pois nunca tinha comido no Brasil e foi aqui que eu aprendi a gostar.
Dessa vez levei meu dicionario holandes comigo, pois sabado eu queria comprar manteiga com sal e tive que pedir ajuda.
Comprei tudo, espinafre, alho, massa, creme de leite e gastei menos de 5 euros.
Quando cheguei em casa dei uma mini dormida e fui preparar a janta...
Quando sentei na mesa, fiquei olhando o céu da Holanda que demora pra anoitecer, ouvindo Fiona Apple, tomando um vinho e na mesa só tinha um lugar ocupado.
Mesa pra um.
Mesa pra mim.
Sozinha eu viajei em milhares de pensamentos, dei risada sozinha, pensei nas minhas teorias e senti vontade de ter a mesa com mais um lugar ocupado, pra que eu pudesse falar tudo o que eu estava pensando.
Mas além disso, eu lembrei de uma pessoa, da Tanise.
Eu lembro que ela ficava brava comigo, pq quando comiamos juntas eu sempre deixava algum resto de comida no prato e isso não acontece mais aqui (olha aí o
motivo de ter engordado..hahaha), então tirei uma foto em homenagem a ela.
E Jéssica, beijo pra vc, chata! Te escreveria mil coisas sobre a vida, mas vc teria que estar disposta a ler todas essas coisas.
Obrigada pelos comentários, adorei a tentativa de explicaçao sobre o meu peso.rs
Obrigada Jenny pelo comentário tbm. Vc é uma das pessoas que eu agradeço ter conhecido aqui, é lindo o jeito que vc vive e se preocupa com as pessoas.
Fava, não gosto da ideia de ter que aprender a não falar com vc. Se só vc entenderia, o que eu faço? Skype, msn, orkut, não resolve. Eu acho que isso é saudade de vc.

Beijos.


5 comentários:

  1. Se eu tivesse atendido o skype, talvez eu seria sua companhia no jantar. =D
    Hmm.. vindo de ti eu leio ate milhoes de coisas.

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Bethinha querida, adorei ler seu blog, e te digo uma coisa, quando estamos ai até a comida da saudade da nossa casa, mas quando chegamos nela, tudo da saudade da nossa viagem, cada foto, cada amigo, cada lembrança mesmo que tola...
    Fica tranquila, aproveita a massa de espinafre, o sorvete, a cerveja, a casa, os cheiros, as meninas, as viagens dos sonhos, pessoas, lugares, animais, coisas estranhas, medos, frio, fome, e até sua gordurinha...
    E quanto a companhia pro jantar...quando vc voltar garanto que terá muitas
    To esperando essa sua massa, mas sem pimenta rs
    Muitas saudades
    Estou feliz que esteja amando tudo.
    um grande beijo com muito carinho da sua amiga largatixa!

    ResponderExcluir
  3. parabens para mim???? =///// (suzan)

    ResponderExcluir
  4. Beth, eu me solidarizei com vc duas vezes neste post! Primeiro porque a vida realmente não é a mesma sem o Albert Heijn (affe como eu sofro de saudade dele haha) e segundo porque é ótimo estar sozinha mas ao mesmo tempo pode ser muito estranho né? Acho que é o preço ("precinho", diga-se de passagem) que a gente paga por ter escolhido essa vida itinerante (eu que o diga!!) mas um dia quando tudo isso acabar e vc pensar no ano maravilhoso que passou na Holanda vc vai ver que valeu a pena. Beijo e boa viagem

    ResponderExcluir